- Atualizado em

Nova gestão do Sindiwest busca a união para fortalecer o setor

Projeto-piloto apoiará as indústrias da região oeste em processos de terceirização 

compartilhe

por Priscila Aguiar

No fim de abril, tomou posse a gestão 2021-2024 do Sindicato das Indústrias do Vestuário do Oeste do Paraná (Sindiwest PR), que agora tem como presidente Alexandre Damian Reis. Sediado em Cascavel, na Casa da Indústria, o sindicato está em atividade desde 1987, representando indústrias de toda a região oeste.  

Para o novo presidente, que na gestão anterior atuou como vice, a palavra-chave desta diretoria é a união. “Estamos focando em uma gestão compartilhada e em parcerias com indústrias e com a prefeitura. O objetivo é contribuirmos para a competitividade do setor em que atuamos”, explica.  

Um dos focos da entidade será o apoio ao processo de terceirização de mão de obra, um dos gargalos das empresas do ramo de vestuário. “Na nossa região, há muitos estabelecimentos industriais que usam mão de obra indireta. Por isso, formamos um grupo de dez empresas que serão um polo de apoio aos empresários, auxiliando em questões jurídicas, de análise de custos e de melhorias na gestão fabril”, comenta Reis. A equipe fornecerá maquinário às indústrias e será responsável pelo treinamento dos trabalhadores terceirizados.  

Estamos focando em uma gestão compartilhada e em parcerias com indústrias e com a prefeitura. O objetivo é contribuirmos para a competitividade do setor em que atuamos

Alexandre Reis

Presidente do Sindiwest PR

Outra vantagem da iniciativa é que ela permitirá o compartilhamento de mão de obra entre as indústrias. “Nosso setor é muito sazonal: quem produz coleções de inverno, por exemplo, tem sua produção mais concentrada no verão. Nos períodos de baixa produção, essas empresas poderão compartilhar a mão de obra terceirizada com outras indústrias que estão com alta produção”, comenta. Isso aumenta a competividade dos estabelecidos, à medida em que reduz custos fixos, o que é fundamental para um setor que foi fortemente impactado pela pandemia.  

Neste ano, o projeto será piloto, mas o objetivo é que, futuramente, ele passe a contar com a participação de mais indústrias. A associação ao sindicato, que teria mensalidades atrativas para os pequenos negócios, seria um requisito para aderir à ação. “Estamos colocando o projeto no papel. Já estamos com a Secretaria de Desenvolvimento Regional trabalhando junto, avaliando custos, preparando a parte legal. Em breve, teremos uma iniciativa robusta que ajudará toda a cadeia da indústria têxtil de vestuário”, finaliza Reis.  

Conheça a nova diretoria: 

Presidente: Alexandre Damian Reis   

Vice-presidente: Edvaldo Geraldo 

Secretária: Maira Miotto Ferreira 

Tesoureiro: Charles David da Rosa  

Suplentes de diretoria:  

Fabio Justiniano 

Everson Heilmann 

Evair Ramos Pegoraro 

Valdirene Mendes Foglietti 

Conselho fiscal – efetivo:  

Agostinho Marques Galvão 

Rudimar José Mariga 

Hilario Luiz Redin 

Suplentes:  

Agnaldo Da Silva 

Vilson Vilmar Basso 

Claudia Tansini Silva 

Conselho Fiep – efetivo:  

Edvaldo Geraldo 

Suplentes:  

Maira Miotto Ferreira 

Charles David Da Rocha 

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse.
Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade. Conheça nosso Portal da Privacidade e veja a nossa nova Política. Saiba mais.